domingo, 24 de fevereiro de 2008

Campolargo Tintos

Manuel dos Santos Campolargo é sinónimo de Bairrada, de uma Bairrada sem fronteiras, uma Bairrada que rompeu com o "sagrado" elo, nos seus tintos, da casta Baga e decide por conta e risco, e contra a corrente da altura, alinhar num enriquecimento ampleográfico.
Os vinhas, e obviamente os vinhos, de Campolargo espelham isso mesmo. Nas suas 2 quintas, a de S. Mateus e a Vale de Azar, encontramos uma panóplia enorme de castas, onde se contam, nas tintas, Baga, Touriga Nacional, Tinta Barroca, Pinot Noir, Trincadeira da Bairrada (Periquita), Cabernet Sauvignon, Castelão Nacional, Syrah, Merlot, Tinta Roriz, Alfrocheiro, Tinto Cão, Alvarelhão, Tinta Francisca, Touriga Francesa e Alicante Bouschet. Nas brancas, Arinto, Bical, Cerceal, Verdelho, Sauvignon Blanc e Viognier.
Todo este património é vinificado em São Mateus na nova, e soberba, adega de Campolargo. O produtor conta ainda com Enoturismo na Casa de Mogofores (http://www.casademogofores.com/).
Informação retirada de http://www.campolargovinhos.com/).


Vinha da Costa 2005
Produtor - Manuel dos Santos Campolargo
Região - Bairrada
Grau - 13,5% vol
Preço - a partir de 15€
Feito a partir das castas Syrah (34%), Tinta Roriz (33%) e Merlot (33%) este vinho estagiou por 20 meses em barricas de carvalho francês, parcialmente novas.
Apresentou uma bonita cor rubi.
O aroma distinto e delicado é o ponto onde assenta este vinho. Notas de fruto maduro, especiarias, coco ralado, chocolate, mentolados e algum fumo, são o garante de um aroma bem moderno e intenso.
Muito bem na boca onde prima pela elegância, pela sobriedade e por uma integração de todo um conjunto que no final termina com excelente intensidade.
Ora aqui está um belíssimo vinho. Este vinho é um registo de uma Bairrada moderna que, sem ignorar o passado, mostra que também tem futuro, tal como este vinho. Decante-o antes de o beber e prepare-se para passar uns bons momentos na sua companhia. Guarde sem hesitar algumas garrafas.
Nota 17


Contra a Corrente 2005
Produtor - Manuel dos Santos Campolargo
Região - Bairrada
Grau - 13,5% vol
Preço - a partir de 8€
Feito, nesta colheita, a partir das castas Tinto Cão e Cabernet Sauvignon, este vinho estagiou cerca de 10 meses em barricas de carvalho francês.
Apresentou uma cor rubi.
Nariz com alguma intensidade onde inicialmente contamos com a fruta madura e alguma especiaria, sendo que com algum arejamento o inevitável pimento e as notas de barrica se apresentam ao conjunto.
Na boca tem boa estrutura e boa intensidade, onde encontramos novamente o pimento que se alia a uma sensação de frescura de conjunto.
Um vinho que apesar de estar pronto, poderá ainda melhorar significativamente nos próximos tempos, pelo que guarde algumas para ver como se porta. Ainda que seja um vinho "Contra a corrente", acho desta vez nos podemos deixar levar.
Nota 15

0 comentários:

Blogues Recomendados

  • Foz Tua 2014 - Pertence ao grupo dos tintos mais vigorosos do Douro sendo aos olhos de alguns "puristas" como vinhos levados a um extremo quase inaceitável.Porém a quali...
  • Podem festejar! - Para balanço! Vai fechar para arrumações, para fazer o inventário e limpar os cacos que se espalharam num ápice. Há que voltar a colá-los, se conseguir. ...

Blogues Recomendados

  • Prova - *Solstício. 2 Barricas (t) 2010* Diga-se desde já que conhecemos bem o homem por detrás deste vinho - isto é uma declaração de interesses (apesar de todo o...

Arquivo do blogue

  © Blogger template 'External' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP