sábado, 17 de novembro de 2007

1º Jantar Viníco na Tasca do Joel em Peniche

Foi com um enorme prazer que estive ontem presente neste jantar vínico da Tasca. Existiram três razões para que não pudesse faltar. O Vinho, a Comida e a companhia durante este evento. Os vinhos que se estavam a apresentar era os alentejanos da Herdade dos Grous e posso desde já adiantar que estiveram à altura dos convivas e da comida. A comida esteve na minha opinião impecável e a maior contribuição veio pelo bacalhau que estava simplesmente no ponto (os meus parabéns para o Chef da casa e para a excelente qualidade do bacalhau do "Sr Bacalhau"). Os cerca de 34 convivas estiveram à altura e foram no fim os que mais beneficiaram deste evento. Principalmente os que tiveram a honra de ter como companhia na sua mesa, o enólogo da Herdade dos Grous, Luís Duarte e que decerto aprenderam um pouco mais sobre vinhos com ele.
Um reparo que tenho de fazer é para a temperatura dos vinhos durante o evento, estavam altas de mais. Principalmente a dos vinhos (Branco 2007, Moon Harvested e Reserva 2005) que vieram com o Luís Duarte, uma hora antes do evento. Esta é uma situação a melhorar no próximo evento.
Mas vamos lá então aos vinhos:


Herdade dos Grous Branco 2007
Produtor - Herdade dos Grous
Região - Alentejo
Grau - 13% vol
Feito a partir das castas Arinto, Roupeiro e em menor quantidade, Antão Vaz. Não passou por madeira. Apresentou uma bonita cor citrina e com uma aroma muito, mas muito, exuberante. No nariz lembrava à primeira um Sauvignon Blanc e mostrou notas de fruta citrina a lembrar ananás e limão, muita banana(de gomas) e um fundo amendoado e vegetal. Na boca mostrava-se muito fresco e com vibrante acidez.
Acompanhou bem uns Carapaus "alimados" e as ovas de Bacalhau. Um vinho que pede para ser consumido muito jovem pois é esta fruta toda o melhor que nos tem para oferecer.
Nota 15


Herdade dos Grous Reserva Branco 2006
Produtor - Herdade dos Grous

Região - Alentejo

Grau - 13,5% vol

Um 100% Antão Vaz que fermentou em barricas de carvalho francês e húngaro com batonage.
De cor dourada, apresentou-se algo fechado de início para passados minutos começar a abrir. Presentes estavam as notas de fumados e tosta, alguma fruta em calda e final anisado. Muitíssimo bem na boca mostrou um vinho cheio, guloso e com notas de barrica presentes sem se anteciparem ao conjunto. Boa persistência final.Uma surpresa.
Acompanhou divinamente o Bacalhau à Lagareiro. Parece que foi feito mesmo para este prato, mas a qualidade da confecção e do bacalhau também ajudaram. Um belíssimo branco que pode ser guardado por mais tempo apesar de no meu entender estar excelente desde já.
Nota 16,5


Herdade dos Grous 2006
Produtor - Herdade dos Grous

Região - Alentejo

Grau - 14% vol

Feito a partir das castas Alicante Bouschet, Aragonêz, Syrah e Touriga Nacional este vinho estagiou por 9 meses em barricas de carvalho francês e americano.
Cor Ruby. Aroma algo quente com muito fruto maduro a lembrar amoras, ameixas e alguma uva em passa que se enquadram com notas de ligeiro caramelo, chocolate e alguma especiaria.
Na boca volta a mostrar uma sensação alcoólica através de uma certa doçura mas que ainda assim não desagrada e inclusive terá os seus adeptos, é um vinho redondo, macio e até mesmo algo enjoativo no final de boca. Pronto a consumir nesta fase sem hesitações.
Acompanhou muito bem uns hamburgueres de carne Maronesa.
Nota 15,5



Herdade dos Grous Moon Harvested 2006
Produtor - Herdade dos Grous

Região - Alentejo

Grau - 14,5% vol

Esta foi digamos que a curiosidade da noite para mim. Uma breve explicação por parte do enólogo deixou no ar que este vinho foi feito numa base experimental. A herdade dos Grous em conjunto com alguns estudiosos vindimaram a casta Alicante Bouschet em consonância com os Ciclos Lunares e das Marés. Assim, no cálculo do melhor dia e nesse dia, da melhor hora foram vindimados, fileira sim e fileira não, o encepamento da casta que compõe este vinho. Estagiou 12 meses em barricas de carvalho francês.
Côr ruby muito carregado. No nariz mostra complexidade e equilíbrio. A fruta é madura, a especiaria é muito presente e oferece exotismo ao conjunto que termina com sugestões de cacau, flores e ligeiro licor. Com arejamento começa por mostrar alguma torrefacção.
Na boca mostra-se estruturado, equilibrado e com taninos muito finos que terminam num final persistente. Belo vinho
Foi com uns belos secretos de porco preto que se provou este vinho. Este é também um bom vinho para este tipo de carnes mas penso que acompanhará também carnes vermelhas.
Nota 16,5



Herdade dos Grous Reserva 2005
Produtor - Herdade dos Grous

Região - Alentejo

Grau - 14,5% vol

Provado em Magnum. Este vinho conta na sua composição as castas Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Syrah que estagiaram durante 12 meses em barricas novas de carvalho francês.
Opaco na cor mostra-se muito fechado ainda e sem qualquer sinal de envelhecimento. São para já as notas de fruto muito maduro e de muita especiaria que dominam o aroma deste vinho. Lá no fundo ainda podemos encontrar algum cacau e mais tarde alguma torrefacção.
Na boca é poderoso, robusto, encorpado e mostra taninos ainda por domar mas que têm a marca da nobreza. Belíssimo vinho que ainda precisa de tempo para se mostrar mais e para sobretudo melhorar. Foi o remate, e que remate, final para um evento que no meu entender esteve muito bem.
Nota 17,5


Houve ainda lugar a um vinho de sobremesa. Um ATS Cuveé da Royal Tokaji, mas com o Reserva 2005 à minha frente acham que ia prestar atenção a este vinho? Fica para uma próxima.

0 comentários:

Blogues Recomendados

  • Podem festejar! - Para balanço! Vai fechar para arrumações, para fazer o inventário e limpar os cacos que se espalharam num ápice. Há que voltar a colá-los, se conseguir. ...
  • Quinta da Bica Vinhas Velhas 2007 - Só produzido em anos especiais, este *Quinta da Bica Vinhas Velhas* nasce de uma vinha com cerca de 50 anos com várias castas misturadas, onde se destaca...

Blogues Recomendados

  • Prova - *Solstício. 2 Barricas (t) 2010* Diga-se desde já que conhecemos bem o homem por detrás deste vinho - isto é uma declaração de interesses (apesar de todo o...

Arquivo do blogue

  © Blogger template 'External' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP