terça-feira, 23 de outubro de 2007

Um dia com Zambujeiro

A minha primeira visita, desde que por aqui escrevo uma linhas, foi à Quinta do Zambujeiro. Assim, e já com o caminho feito desde Peniche até Rio de Moinhos, em Borba, fomos recebidos pelo Nuno Malta e Luis Lourinho. A paisagem onde se insere a quinta é muito bonita, com a vinha muito bem tratada e ainda com a particularidade de o terreno ser composto também por xisto, o que acabará por se revelar uma mais valia para os vinho produzidos. Passámos para a explicação de todo o processo de vinificação, onde destaco pela positiva, que a linha de "tratamento" dos vinhos acaba por ser tão parecida que permite, quase, a mesma qualidade em toda a gama de vinhos que esta Quinta produz.

Passemos então aos vinhos:

Amostra de Casco, Alicante Bouschet 2006 - Este Alicante começou por ser a minha primeira surpresa, uma vez que não sendo uma casta que aprecio muito, cada vez que provo os seus bons exemplares, mais me convenço que só posso estar enganado. Aroma muito especiado, muita canela, muita pimenta. Não tem a estrutura que estava à espera, mas penso que reflecte o ano difícil para a casa nesta casta. Ainda assim muito fino e a dar uma bela prova.

Blend final Zambujeiro 2005 - Já com a prevista "equação" que dará origem ao Zambujeiro 2005, se passar no Exame final, este vinho mostrou-se muito potente, muito taninoso e ainda com a madeira muito evidente mas a já dar conta que teremos um vinho super estruturado e um zambujeiro de categoria. Ressalvo que nestas provas a temperatura do vinho é muito baixa e a barrica está aqui a marcar o vinho, o que é perfeitamente normal.


Os vinhos já engarrafados:

Terra do Zambujeiro 2004
Produtor - Quinta do Zambujeiro
Região - Alentejo
Grau - 15% vol
Este Terra é a 2ª marca do produtor, é feito a partir das castas Aragonez(26%), Periquita(25%), Trincadeira(23%), Cabernet Sauvignon(17%) e Alicante Bouschet(9%) e estagiou 24 meses em 65% de barricas novas de carvalho francês.
Mostra uma bonita e brilhante cor ruby. No nariz começa por mostrar a especiaria e la no fundo a fruta madura. Na boca é macio, redondo, guloso. Um vinho muito bem feito, e feito simplesmente para arrebatar quem o bebe. Gostei muito.
Nota 16

Zambujeiro 2003
Produtor - Quinta do Zambujeiro
Região - Alentejo
Grau - 15% vol
Começamos pelo topo da casa que se encontra neste momento em comercialização. Este Zambujeiro foi feito a partir das castas Touriga Nacional(25%), Aragonêz(25%), Cabernet Sauvignon(25%), Alicante Bouschet(17%) e Trincadeira(8%) e estagiou 24 meses em barricas novas de carvalho francês.
Com uma cor carregada, apresenta no nariz uma qualidade superior, com notas de muita especiaria(a canela e as pimentas), fruta escondida mas muito madura a lembrar amora e ameixa, e isto tudo numa concentração impar. Na boca é potente, cheio, guloso e com taninos ainda a mostrarem que são jovens e pretendem crescer. Um vinho de retoque superior.
Nota 17,5


Zambujeiro 2004
Produtor - Quinta do Zambujeiro
Região - Alentejo
Grau - 15% vol
Este Zambujeiro sairá provavelmente, para o mercado, no início de 2008. Feito a partir de Touriga Nacional(48%), Aragonêz(24%), Alicante Bouschet(24%) e Trincadeira(4%), estagiou também 24 meses em barricas novas de carvalho francês.
Carregadissímo na cor, este vinho apresenta uma aroma mais interessante que o seu antecessor. Na linha da frente nada de novo, com a especiaria a mostrar o seu quê de exótico neste vinho e lá bem no fundo a fruta madura como que a cobrir a retaguarda. è então que tudo começa a mudar, com as notas florais a começarem a aparecer, alguma sensação de licôr e muito cacau a mostrar que a barrica ainda está muito presente. Na boca é muito estruturado, muito cheio mas já com alguma finesse no seu conjunto total. Interessante que não se nota o grau nestes vinhos pois a estrutura como que os ampara. Ainda algo proeminente de taninos, mas a mostrar que com uma comida forte, temos a receita que nos deixará de rastos. Foi o vinho que mais gostei dos que provei.
Nota 18


Termino com uma pequena nota para com os anfitriões, que muito bem nos receberam, e ainda para o repasto (Feijoada de Lebre) que acompanhou também os vinhos sublimemente. A eles o meu obrigado foi um privilégio e acima de tudo aprendi.

6 comentários:

João Barbosa quarta-feira, outubro 24, 2007 6:00:00 da tarde  

Descobri hoje o seu blog. Gostei! Já o adicionei à minha lista.
.
.
.
abraço

Pumadas quinta-feira, outubro 25, 2007 10:48:00 da manhã  

Caro João Barbosa,

Fico agradecido pelo seu simpático comentário.


Abraço,

Pingamor sexta-feira, outubro 26, 2007 9:43:00 da manhã  

Esse Jambujeiro 2004 parece-me boa "malha". Já está no mercado?

Abraço

Pingamor sexta-feira, outubro 26, 2007 9:43:00 da manhã  

Uppsss!!! Zambujeiro

Pumadas sexta-feira, outubro 26, 2007 9:47:00 da manhã  

Viva,

Segundo o produtor só no final de 2007/Inicio de 2008. Sendo mais provavel no inicio de 2008.

Abraço

Anónimo segunda-feira, novembro 17, 2008 12:35:00 da manhã  

Provei na festa do vinho em Borba,
Falei com Luis Lourinho sobre este magnífico vinho alentejano. Esta agora mais armonioso, madeira de muito boa qualidade e uma elegância sublime.
Abraço
J.B.

Blogues Recomendados

Blogues Recomendados

  • Prova - *Solstício. 2 Barricas (t) 2010* Diga-se desde já que conhecemos bem o homem por detrás deste vinho - isto é uma declaração de interesses (apesar de todo o...

Arquivo do blogue

  © Blogger template 'External' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP