sábado, 3 de setembro de 2011

Portugal Tour - O Final

Em jeito de resumo, apenas umas ideias acerca do que poderão esperar, de uma forma, generalizada das colheitas de 2009 em tintos e 2010 em brancos.
Isto não será propriamente futurologia, nem sequer serão umas conclusões. São sim impressões de alguém que teve a oportunidade de provar uma boa amostra de vinhos, mais de 1000 garrafas foram abertas, com especial destaque nas regiões do Douro e Alentejo.

É fácil estar duas semanas a provar vinhos, intensamente de manhã à noite a provar vinhos, quando estes pertencem a produtores que são considerados os melhores de cada região que representam. É fácil, pois à partida sabemos que o que provamos terá sempre uma qualidade média bastante elevada, e em alguns casos, tudo o que é feito é mesmo bom. Mas a verdade é que esta viagem também se centrou em produtores menos representativos e menos conhecidos, o que também serviu para perceber o que se anda a passar fora das luzes da ribalta do mundo vínico. Foram também provados "grandes" e "pequenos", ou seja, desde as grandes empresas produtoras, até ao mais singelo e nobre produtor que apenas faz uns poucos milhares de garrafas.


A ano de 2010
Depois das excelentes colheitas de 2007, 2008 e 2009 (apenas em Tintos), chega-nos a colheita de 2010. Se bem me lembro, foi um ano bastante diferente dos anteriores, que foram bastante secos, sendo 2009 o mais quente de todos. Em 2010 o que não faltou foi água, pelo menos até Julho, quando simplesmente parou de chover. Pelo meio de tanta chuva, algum míldio, e mais tratamentos que o "normal". Setembro e Outubro, novamente sem grandes percalços, pouca chuva e já só em Outubro, quando já não traria grandes dissabores. O resultado foi acabou por ser bem melhor do que se esperaria e os enólogos acabaram por ter excelentes uvas a entrarem dentro de casa.



Brancos 2010
Gostei bastante do que provei. Alguns produtores conseguiram, no meu entender, fazer os seus melhores brancos de sempre, também por cada vez conhecerem melhor as suas vinha, mas porque conseguiram fazer vinhos finos, com excelente acidez e frescura. No meu entender, estes brancos conseguem ser o oposto de 2009, que são volumosos e com falta de acidez em muitos dos casos. Os brancos de topo de 2010 começarão a sair em breve e vale mesmo a pena apostar neles, sobretudo nas regiões mais a norte, como o Dão, Douro e Vinho Verde. Estão excelentes, com excelente acidez e muito equilibrados.


Tintos 2009
Belíssima colheita esta de 2009, em tintos. Fiquei agradavelmente surpreendido com a qualidade geral dos vinhos e em vários casos, transversais a todas as regiões que visitámos, alguns produtores excederam-se mesmo, no bom sentido. São vinhos com excelente concentração, saborosos, largos, no entanto não perderam frescura e tensão. Muito bons. No Vinho do Porto, polémicas à parte, também uma excelente colheita com Vintage muito sérios e austeros. São 3 anos seguidos, 2007, 2008 e 2009, em que se fizeram grandes tintos por Portugal inteiro.

Numa época difícil, de contenção, e onde provavelmente o mercado interno abrandará, falta gerar reconhecimento internacional aos vinhos portugueses. Metade do trabalho está feito, ou seja, os vinhos têm qualidade, os vinhos portugueses estão cada vez melhores. Falta agora o empenho de cada produtor, de cada organismo promotor, na promoção de Portugal como um país com vinhos de excelência, de vinhos com carácter e diferenciados. Falta evangelizar lá fora, as nossas castas e as nossas regiões.

0 comentários:

Blogues Recomendados

  • Foz Tua 2014 - Pertence ao grupo dos tintos mais vigorosos do Douro sendo aos olhos de alguns "puristas" como vinhos levados a um extremo quase inaceitável.Porém a quali...
  • Podem festejar! - Para balanço! Vai fechar para arrumações, para fazer o inventário e limpar os cacos que se espalharam num ápice. Há que voltar a colá-los, se conseguir. ...

Blogues Recomendados

  • Prova - *Solstício. 2 Barricas (t) 2010* Diga-se desde já que conhecemos bem o homem por detrás deste vinho - isto é uma declaração de interesses (apesar de todo o...

Arquivo do blogue

  © Blogger template 'External' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP