terça-feira, 2 de agosto de 2011

Portugal Tour III

Continuando pelo Douro......


Alves de Sousa
Outro dos meus produtores preferidos. Difícil sempre de avaliar e conseguir perceber qual o melhor vinho, tal a consistência que apresenta em todos os vinhos, com especial destaque para os seus topos de gama. O portefólio é extenso, no entanto, o vinho que mais me encanta, invariavelmente, é o Quinta da Gaivosa. Provámos a edição de 2008 que se mostrou, no meu entender, o mais aristocrático de sempre. Talvez o mais elegante de todos, mas explosivo na prova de boca. Maravilhoso.
Em excelente nível também se mostraram o Tapadinha TTT 2008, a mostrar que merece tempo em garrafa, o expansivo e largo Sousão 2008 (Uma reedição do 1999?), o sedutor Vinha do Lordelo 2009 que mostrou todo o seu perfume e finalmente o presumível Abandonado 2009, com uma profundidade e nervo ímpares a fazer lembrar o 2004. Um grande produtor duriense.


Quinta do Noval e Romaneira
Provavelmente, a prova mais impressionante da visita ao Douro. Porquê? Bem, se retirar da equação o sublime Noval Nacional 1970 e o fantástico Noval Colheita 1971, tive a oportunidade de provar em verticais os Quinta do Noval, Cedro do Noval, Labrador e Quinta do Noval Touriga Nacional, R de Romaneira, Romaneira e Romaneira Reserva. Que prova maravilhosa esta. No entanto, contrariamente ao que se pode pensar, a razão de toda esta euforia foi mesmo por causa da qualidade que apresentaram os Cedro do Noval. Imagine-se que todos as colheitas estavam pura e simplesmente ainda longe do seu auge, e com um destaque mais que merecido para as colheitas de 2007, 2008 e 2009. Fantásticos vinhos e soberbas relação qualidade/preço.
Começámos com os Romaneira, talvez a vertente mais elegante da prova, menos estruturados, mais finos e elegantes. os "R" a mostrarem-se muito prazenteiros, sem no entanto impressionarem. O Quinta da Romaneira, muito melhores, a mostrarem-se de grande nível nas versões de 2007 e 2008. Curiosamente, ambos os vinhos eram parecidos, não se notando a diferença do ano. Ambos a mostrarem que a guarda será boa conselheira.
Do alinhamento do Noval, começámos com os Labrador Syrah, que se mostraram muito bem, todos ainda jovens, mas com o 2009 a mostrar-se o mais fiel nas sugestões florais da casta, muito encontradas no Rhône.
Nos Quinta do Noval, outro excelente alinhamento. O 2005 ainda está jovem, apesar de se ter mostrado algo maduro. A seguir, 2007/8/9, a mostrarem-se muito jovens ainda mas com um enorme destaque para o 2008 que está um portento de vinhos. Impressiona na potência e na profundidade. Soberbo. Na senda deste, o 2009, ainda se mostrava algo fechado no nariz, apesar de dar uma lição na prova de boca. Excelente volume e potência aliada a uma sensação de elegância. Acidez penetrante. Um must para uma guarda prolongada.
Finalmente os Noval Touriga Nacional. Se tivesse que eleger a melhor Touriga Nacional do Douro, sem grandes dificuldades elegeria a da Quinta do Noval. Se tivesse que eleger o melhor Touriga Nacional que bebi até hoje, provavelmente em paridade com os Touriga do Álvaro Castro, seria mesmo o Quinta do Noval Touriga Nacional 2004. Esqueçam a vertente floral da casta, esqueçam a sedução quase enjoativa que por vezes ela representa e pensem numa Touriga cheia de profundidade, quase austera, cheia de tensão e de enorme precisão, para chegarem ao perfil destes Tourigas. São um exemplo fenomenal do que esta casta também pode ser.


Duorum
Outra excelente prova. Se eu tivesse que eleger o produtor do Douro que na colheita de 2009 terá dado o maior salto qualitativo, tinha de ser este. É que todas as garrafas que abrimos da colheita de 2009 estavam muito acima da média, e se considerarmos o Duorum colheita 2009, então, a diferença é abismal. Este vinho está simplesmente fantástico, com uma densidade e sedução abismais. Belíssimo vinho, que pelo seu preço é imperdível, nesta colheita.
Se já tinha ficado "gago" com o vinho anterior, o Reserva veio ainda trazer um novo patamar de excelência. O Duorum Reserva Vinhas Velhas 2009 apresentou-se muito jovem, profundo, denso, mas cheio de frescura (repare-se que estou a falar do 2009, uma colheita bem quente), mas, o que mais me impressionou foi mesmo a textura tão sedosa, num vinho com um final de taninos muito jovens. Apresentaram-se ainda duas grandes novidades, que não sei bem o que serão, mas que prometem e muito. Grande colheita para este produtor.


Symington
Ia com enorme expectativa para a visita a este gigante, pelo simples facto de ir visitar a lindíssima Quinta de Roriz, e pela primeira vez ir provar, lado a lado, todos os seus vinhos. Desta visita retive a qualidade que os Altano começam a apresentar em relação ao preço a que são comercializados. Seria de esperar vinhos simples, de consumo diário, mas, estiveram perante mim vinhos muito bons, com raça, muito bem feitos e cheios de sabor. Muito bem, Muito bem mesmo.
Noutra vertente, a qualidade da colheita de 2009, nos seus vinhos intermédios e com isto quero dizer que o PS 2009 e o Prazo de Roriz 2009 estão mesmo muito bons. Destes, o PS ganha pontos pela sua mineralidade, acidez e enorme sedução aromática. Vai ser difícil resistir a este vinho. Também no Chryseia 2009 um salto em relação à anterior colheita, este mostra-se mais amplo, com fruto decadente, bem ao estilo deste vinho. Está muito bem.
De notar ainda a excelente forma em que se encontram os Quinta do Vesúvio 2007 e 2008.

Continua.....

0 comentários:

Blogues Recomendados

  • Boina 2015 - Uma estreia de um novo produtor oriundo do Douro a partir de duas vinhas velhas, uma perto da Régua e outra no extremo norte da região. Nomes como Tourig...
  • Dizem que gostam de vinhos finos mas ... - Por entre os diversos episódios relatados por Dirk Niepoort na Revista de Vinhos - A Essência do Vinho, e que são conhecidos, saltou à vista uma passagem (...

Blogues Recomendados

  • Prova - *Solstício. 2 Barricas (t) 2010* Diga-se desde já que conhecemos bem o homem por detrás deste vinho - isto é uma declaração de interesses (apesar de todo o...

Arquivo do blogue

  © Blogger template 'External' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP