segunda-feira, 29 de junho de 2009

Espanha - Dia 3 - Liberalia Enológica


Costuma-se dizer que o "3 é a conta que deus fez", como alusão à perfeição desse mesmo numero. Pois bem, foi no nosso 3º dia, no dia 3 de Junho que também tivemos o nosso dia perfeito.
Começamos por visitar a adega Liberalia, e quando já clamávamos por simpatia, quando já clamávamos por um singelo sorriso, eis que surge Juan Fernandez, o alegre proprietário desta adega.



Juan, o "homem dos "beiços tremelicantes" (quem lá esteve sabe do que estou a falar), era dono de uma energia contagiante, de uma alegria ímpar e de um humor sagaz. Enamorado pela vida, pela musica clássica (que ouvíamos dentro da sala de barricas), pela ópera, pela pintura e pelo vinho, soube contagiar-nos a nós, que já desesperávamos por um sorriso. Que personagem esta, que deixou saudades. Era vê-lo, qual criança a mostrar o seu novo brinquedo, a chamar por cada um de nós para mostrar uma fotografia, a sua fotografia, onde pousava, com um sorriso rasgado , ao lado de Plácido Domingo. Seus olhos brilhavam de emoção ao mostrar que já teve bem perto do seu ídolo.


O seu coração dividia-se em três, em três paixões, a Pintura, que cobria as paredes da sua sala de provas, o Violino, que segundo sua filha, tocava muito bem, aliás, deu a um dos seus vinhos, um espumante, o nome de Ariane, que vem da mitologia grega, e que foi imortalizada em inúmeras operas, e finalmente o vinho, que me pareceu receber todas estas influências do seu criador.



A Liberalia é uma empresa bem familiar, que em 1996 iniciou a sua actividade. A adega pareceu-me à medida de um empreendimento desse mesmo tipo. Não tinha grandes pontos de interesse, com excepção de uma torre antiga, que se instalou muito antes desta adega existir e que vem servindo como um ponto atractivo aos que visitam.
Lá fora, as vinhas pareciam extremamente bem cuidadas, vinhas estas com cepas que chegavam aos 100 anos de idade, muito velhas portanto. O encepamento era na sua maioria, Tinta de Toro, a conhecida Tempranillo, que por cá se chama de Tinta Roriz ou Aragonês.
Na sala de barricas andava-se ao som de musica clássica, que provinha de um moderno leitor de CD's, e que transmitia uma sensação de bem estar.




Quando nos foram apresentados os produtos que a casa vende, e sim, não são só vinhos, pois a casa vende azeites, cosméticos derivados de uvas e do vinho, tais como perfumes e ainda produtos tradicionais da região, reparei num rótulo completamente familiar, o Duradero,.
Este é um vinho que resulta de uma parceria entre a Quinta do Portal e a Liberália Enológica e que facilmente encontramos nas nossas garrafeiras.
Obviamente que provámos o Duradero e confesso que esta ultima colheita, a de 2007, me pareceu a mais equilibrada de todas, que até então tinha provado. Bem desenhado no aroma e com frescura na boca, desmarcava-se de um pendor algo pesado que me pareceu indicar a edição anterior. Penso que esta melhoria se deva à excelente colheita de 2007 , no Douro.
Provámos ainda o Liberalia Tres, este produtor numera quase todos os seus vinhos, que me pareceu também ele um vinho alegre, fresco, bem desenhado, bem feito e que transmitia prazer.
Gostei do que vi e do que bebi, pelo que acabei por trazer alguns dos seus vinhos de gama alta para os provar. Assim que os abrir, postarei aqui as minha impressões.

Para já aqui fica um relato de uma passagem breve, mas que nos deixou com saudades de voltar a rever este Grande Senhor Juan Fernandez. Esta foto, em baixo, apesar de ter sido tirada logo de inicio, espelha bem a alegria com que fizemos esta visita.







3 comentários:

Pingus Vinicus terça-feira, junho 30, 2009 10:37:00 da tarde  

João, o produtor tocou violino para as pipas?
Dizem que os vinhos são potentes.

Anónimo terça-feira, julho 07, 2009 3:35:00 da tarde  

Wow....nao sei se o autor eh de facto o Joao Rico que conheci em minha infancia....mas estou impressionada com o artigo e os accomplishments! Job Well Done :)

LL

Pumadas quarta-feira, julho 08, 2009 1:29:00 da manhã  

L.F.M.L??????????

Blogues Recomendados

  • Podem festejar! - Para balanço! Vai fechar para arrumações, para fazer o inventário e limpar os cacos que se espalharam num ápice. Há que voltar a colá-los, se conseguir. ...
  • Quinta da Bica Vinhas Velhas 2007 - Só produzido em anos especiais, este *Quinta da Bica Vinhas Velhas* nasce de uma vinha com cerca de 50 anos com várias castas misturadas, onde se destaca...

Blogues Recomendados

  • Prova - *Solstício. 2 Barricas (t) 2010* Diga-se desde já que conhecemos bem o homem por detrás deste vinho - isto é uma declaração de interesses (apesar de todo o...

Arquivo do blogue

  © Blogger template 'External' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP