terça-feira, 16 de junho de 2009

Espanha - Dia 2 - Bodegas Arzuaga Navarro



Saídos da Abadia Retuerta, andámos meia dúzia de quilómetros e já estávamos em Ribera del Duero, nas Bodegas Arzuaga Navarro.
O complexo enoturístico é enorme, para não dizer gigantesco.
Uma adega, uma coutada de caça ao javali e veado, um hotel & Spa de 5 estrelas, zonas verdes de passeio e um restaurante são os atractivos para o enoturista que se aventure por estas bandas São 1500ha para serem explorados.



As coutadas eram enormes. Os veados e Javalis tinham uma enorme área, onde andavam livres. Serviam para os visitantes os verem em liberdade, mas também para os que os iam caçar. Curiosamente mal se aproximava o Jipe do Patrão, também de imediato se chegavam junto das cercas limitadores dos espaços.



Depois existiam espaços verdes, uma casa de coutada, que exibia troféus de caçadas antigas. Nada do meu estilo, mas que o espaço exterior tinha uma certa beleza e quietude, lá isso tinha. Segundo o Director de Enoturismo, muitas pessoas chegavam ali no fim de semana, vindas de toda a Espanha e do países como os Estados Unidos, Brasil, etc, para passar em sossego os 2 dias de descanso semanais e umas merecidas férias.




Passámos ao Hotel, um complexo de muito bom gosto, que interiormente está dividido em 2 tipor de decoração. A zona moderna, com quartos amplos e de decoração actual e uma zona de decoração clássica, com muitos quadros, espelhos e madeiras trabalhadas. À vontade do freguês.
O Spa dividia-se por temas, com espaços diversificados consoante os tratamentos que ali se propunham.




Chegou a vez da Adega. Bom, a adega não me pareceu o local onde depositassem as maiores das inovações. Era uma adega regular, não muito grande, bem estruturada, e funcional. O suficiente para fazerem o vinho a as quantidades a que se propõem.



Provamos o Arzuaga Navarro Crianza 2007 e o branco da casa, um branco em terra de tintos, o Fan D'Oro 2007.
Confesso que ambos achei interessantes, mas especial destaque para o branco, Chardonnay, de que gostei bastante.
O tinto era um vinho carregado de aromas fumados, de aromas maduros. Com boca ampla, de bom porte e com final persistente e saboroso. Um bom vinho
O branco, feito de Chardonnay, fermentado em barricas, tinha um equilíbrio notável. Tinha notas de barrica sim, mas estavam bem integradas e o conjunto denotava uma frescura e uma acidez muito interessantes. As vinhas de onde resulta este vinho estão situadas na zona mais alta da Finca, a 900mts de altitude. Gostei muito deste vinho. Uma lufada de ar fresco até à data.










4 comentários:

Rui Lourenço Pereira quinta-feira, junho 18, 2009 3:14:00 da tarde  

João,

Até aqui foram poucos os vinhos dados a provar pelas várias "Adegas". Alguma razão para tal facto?

Abraço

Pumadas quinta-feira, junho 18, 2009 3:43:00 da tarde  

É verdade, e foi sempre assim até ao final. Não percebo a razão, uma vez que estavam presentes enólogos e produtores. No entanto calculo que não soubessem as pessoas que estariam envolvidas e como se tratava de uma visita acerca do enoturismo, previram que se tratavam de directores de enoturismo. No entanto, eu pessoalmente, considero que o enoturismo está obrigatoriamente ligado ao vinho e este será, ou deveria ser, o principal motivo de uma visita a uma adega com esta vertente. O resto dos serviços servem como catalizadores do vinho e proporcionadores de experiências complementares ao vinho.

sexta-feira, junho 19, 2009 12:35:00 da tarde  

O melhor dos vinhos ainda estava para vir... Dia 3, certo?

News Blog terça-feira, junho 23, 2009 1:23:00 da tarde  

Nice Post
Steven Spurrier

Blogues Recomendados

  • Foz Tua 2014 - Pertence ao grupo dos tintos mais vigorosos do Douro sendo aos olhos de alguns "puristas" como vinhos levados a um extremo quase inaceitável.Porém a quali...
  • Podem festejar! - Para balanço! Vai fechar para arrumações, para fazer o inventário e limpar os cacos que se espalharam num ápice. Há que voltar a colá-los, se conseguir. ...

Blogues Recomendados

  • Prova - *Solstício. 2 Barricas (t) 2010* Diga-se desde já que conhecemos bem o homem por detrás deste vinho - isto é uma declaração de interesses (apesar de todo o...

Arquivo do blogue

  © Blogger template 'External' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP