quinta-feira, 3 de abril de 2008

Morgadio da Calçada

Como não há duas sem três, desta vez passo aos fortificados:


Morgadio da Calçada Porto LBV 2003
Produtor - Niepoort Vinhos
Região - Porto
Grau - 20% vol
Preço - A partir de 15€
Os LBV são Vinhos do Porto pertencentes às chamadas Categorias Especiais. São envelhecidos em grandes tonéis de madeira durante os primeiros 3 a 6 anos, sendo depois engarrafados.
Este LBV foi feito a partir das castas tradicionais do Douro, cuja média de idade da vinha é superior a 70 anos.
Cor rubi.
Aroma muito frutado, muito cativante pela própria fruta madura que apresenta. São ainda aromas de chocolate e de açúcar queimado que encerram esta aroma bem interessante.
Muito bem também na boca, onde se sente um vinho ainda muito jovem mas t
odo ele pensado para agradar desde já. Tem taninos bem presentes de boa qualidade. Termina com óptima persistência.
É verdade que muitos pensam que um LBV é como que o "padrinho pobre" dos Vintages, no entanto alerto para o prazer que encerram estes vinhos, e particularmente este que aqui apresento.
Nota 16,5


Morgadio da Calçada Tawny Reserve
Produtor - Niepoort Vinhos
Região - Porto
Grau - 20% vol
Preço - A partir de 12€
São vinhos de lote, onde a sabedoria do lote delinea o perfil da casa. Este vinho foi envelhecido em tonéis de 600 litros durante 7 anos e então feito o blend final.
Bonita cor ambar.
Be
líssimo de aroma. A notas de cereja e de passas são aliadas sugestões de caramelo e de torrefacção que se sobrepõem entre alguma especiaria e interessante percepção de licor.
Na boca é bem macio, guloso e de certo modo quente. Tem um final de boa persistência aliado a uma acidez muitíssimo bem colocada.
Surpreendente a qualidade deste Tawny Reserve. Plena satisfação
Nota 16



Morgadio da Calçada Ruby Reserve
Produtor - Niepoort Vinhos
Região - Porto
Grau - 20% vol
Preço - A partir de 11€
As uvas destes vinho vêm de várias parcelas espalhadas pelo Douro. Após a vinificação, o seu resultado é envelhecido em madeira por 3 a 4 anos até se efectuar o blend final.
C
or rubi.
Muito franco de aroma. Fruta madura com boa intensidade, algum, onde encontramos as sugestões de amoras, ameixas e figos.
A boca, toda ela redonda, mantém o mesmo perfil frutado, dando a entender um vinho de fácil trato e de fácil gostar.
Por vezes pode ser uma excelente sugestão para um Porto que diariamente bebemos um pouco, por durar bem mais tempo aberto que um LBV ou um Vintage. Pode ser mais directo mas não deixa de ser interessante e bom.
Nota 15




Morgadio da Calçada Dry White
Produtor - Niepoort Vinhos
Região - Porto
Grau - 20% vol
Preço - A partir de 10€
Aqui está uma categoria esquecida por muitos, eu incluido, e das poucas vezes que tive oportunidade de provar, sempre me deixaram satisfeito.
Este Porto Branco é envelhecido em pequenas pipas de carvalho no mínimo por 3 anos.
Cor amarela dourada.
Os aromas pouco diferem da gama presente num Tawny. Estão presentes os aromas de laranja, de frutos secos, de algum mel e mesmo algum caramelizado.
A boca é bem interessante, a sensação é de muita frescura, de equilibrio e de alguma untuosidade.
O Porto para o inicio da refeição, para chamar o apetite, e no meu entender para ser bebido por si mesmo, sem qualquer adição de tónico. É que a qualidade já justifica uma pequena conversa com este vinho.
Nota 15

0 comentários:

Blogues Recomendados

  • CARM branco 2016 - Este branco da CARM (*Douro*) nasce no Douro Superior pela mão da família Roboredo Madeira. As uvas das castas Rabigato, Códega do Larinho e Viosinho, fo...
  • Quinta dos Roques: Encruzado de 2015 - Não, não vos trago nenhuma novidade. A maior parte de vocês já o deve ter bebido, mais que uma vez. O nome do produtor e casta são velhos conhecidos. Respe...

Blogues Recomendados

  • Prova - *Solstício. 2 Barricas (t) 2010* Diga-se desde já que conhecemos bem o homem por detrás deste vinho - isto é uma declaração de interesses (apesar de todo o...

Arquivo do blogue

  © Blogger template 'External' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP