domingo, 1 de novembro de 2009

European Wine Bloggers Conference


Terminou hoje um périplo de 3 dias à volta do vinho e dos Wine Bloggers.
Foram muitos que responderam à chamada deste evento, aliás, foram bem mais do que se estava à espera. Estavam presentes muitos Blogs de Vinho (obviamente), produtores, distribuidores, Entidades responsáveis pela promoção do Vinho, Traders e até mesmo responsáveis por Portais associados ao sector. Muitas ideias diferentes e maneiras de pensar diferentes. O que ajudou e bastante a discussão.

Hoje muita conversa em torno do Vinho, muitas conversas em torno da comunidade Wine Blogger. Foram boas conversas. Fiquei a perceber um pouco melhor como são vistos os blogs lá fora e até mesmo cá dentro.

Ora bem, mas então do que é que se falou? Além das sessões tecnológicas, que não presenciei, uma vez que funcionavam ao mesmo tempo que as relacionadas com a comunidade, houve muita conversa em torno da comunidade Wine Blogger e a sua relação com o consumidor e com os produtores. Foi nestas sessões, que pecaram por ser pouco longas, que saíram ideias bem interessantes, nomeadamente, a ideia de que os produtores, distribuidores e entidades dos sector que estavam presentes, consideram os Blogs como Crítica e Jornalismo de Vinho. A ideia era de que se alguém que escreve sobre um vinho, está a dizer se é bom ou se é mau, está a criticá-lo, ou a questão amostras, a eterna questão das amostras, onde fiquei com a ideia de que a maioria dos produtores não percebe bem como chegar a um blog, no sentido de enviar amostras. Ou seja, os produtores ainda não percebem se podem/devem enviar amostras para os diversos blogs, uma vez que também não percebem quem quer receber amostras e quem quer apenas falar sobre vinhos que consome. Interessante esta dualidade de blogs que pode existir.


Mas falou-se muito mais, falou-se da necessidade de um blog trabalhar muito mais, de bloggar mais, de criar uma união internacional com outros blogs, de se acercar de entidades e de se relacionar com produtores, sob o pretexto de obter uma melhor qualidade no que escreve, uma melhor audiência e sobretudo uma melhor reputação junto de quem o lê e sobre o que escreve.

Houve ainda tempo para várias provas. Houve a prova dos Douro Boys, houve prova livre com algumas dezenas de produtores que quiseram estar presentes. Houve prova comentada pelo Charles Metcalfe, e vários vinhos que acompanharam as refeições. Ao todo foram umas largas dezenas de vinhos que todos tiveram oportunidade de provar. Assim de repente, além dos Douro Boys, passaram por lá o Esporão, José Maria da Fonseca, Cortes de Cima, Quevedo, Sogrape, Luis Pato, Covela, àlvaro Castro, Quinta dos Termos, Provam, Borges, Vale d'Algares, Lagar de Darei, Quinta dos Roques, etc.

Acabei por falar com a maioria dos produtores e a todos perguntei o que fazim por ali, e o que pensavam deste tipo de comuniação. As respostam foram sempre positivas, mas fiquei sempre com a sensação de que uma boa parte dos produtores estaria ali para verificar como funcionava a coisa. Acredito que sairam com excelente opinião, pois todos encontraram uma comunidade muito interessada, muito proactiva e muito aberta.

Também se notou muito a esmagadora ausência da comunidade Wine Blogger Nacional, ainda por cima, por parte de alguns produtores nacionais. Enfim, não ve a pena falar muito mais sobre essa questão. Mas fiquei com imensa pena de não poder contar com eles.

Foi um excelente evento, um evento divertido, conheceram-se outras pessoas com os mesmos gostos que nós, conheceram-se outros produtores. Foi muito proveitoso e espero poder estar na próxima.
A organização esteve impecável, especialmente no timming, com praticamente nenhum atraso. O suporte tecnológico, que esteve a cargo dos Addega, esteve ao nível de qualquer outra conferência.

Algumas imagens:

2 comentários:

Vitor Mendes sábado, novembro 07, 2009 7:44:00 da tarde  

Olá João!

Pelos vistos andamos lá ao mesmo tempo e nem conseguimos falar! Mas partilho o teu ponto de vista em relação ao pouco interesse por parte dos blogger´s portugueses. Foi pena, porque realmente o contacto com outras realidades foi extremamente valioso.

Abraço

Gabriella Opaz domingo, novembro 15, 2009 2:44:00 da tarde  

Hello João,

First off, thanks for the very kind remarks about the conference. It was truly wonderful to have you there. And, in response to the lack of Portuguese bloggers at the event, it's true that we missed many of their voices and perspectives at the conference, and wished they were with us. However, with every country we travel to with the conference, I can imagine that we will need to find new and innovative ways to help the community feel that they are wanted and needed. Every culture will react differently to the EWBC, and all we can do is learn from the past. Which leads me to the question, how might we better approach bloggers in future countries to help them feel that the conference is about them, as much as it is about the international community?

Blogues Recomendados

  • CARM branco 2016 - Este branco da CARM (*Douro*) nasce no Douro Superior pela mão da família Roboredo Madeira. As uvas das castas Rabigato, Códega do Larinho e Viosinho, fo...
  • Quinta dos Roques: Encruzado de 2015 - Não, não vos trago nenhuma novidade. A maior parte de vocês já o deve ter bebido, mais que uma vez. O nome do produtor e casta são velhos conhecidos. Respe...

Blogues Recomendados

  • Prova - *Solstício. 2 Barricas (t) 2010* Diga-se desde já que conhecemos bem o homem por detrás deste vinho - isto é uma declaração de interesses (apesar de todo o...

Arquivo do blogue

  © Blogger template 'External' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP